Restart

Eram dez horas da noite. Em frente ao computador, os dedos batiam freneticamente, como se as teclas fossem saltar a qualquer momento. E saltariam se a grana não estivesse curta.

Toda raiva, toda ansiedade acumulada, todo o cansaço,todos os anos de frustração alinhavam as palavras e frases com a mesma velocidade do pensamento, o tec-tec-tec quebrando o silêncio naquele quarto. 


Que fosse para o raio que o parta a estabilidade, a crise no país, as poucas opções que haviam naquela cidadezinha, que fosse para sabe-se-lá-onde a voz da experiência que dizia que o melhor era ficar como estava. 
 
D.A.N.E - S.E. 
 
Revisou mais uma vez o documento, imprimiu, leu mais uma vez, assinou. No dia seguinte estaria feito. Tinha consciência que estava agindo por impulso, mas também sabia que se não fizesse isso agora, não o faria mais. Arrumou o que coube em uma mochila, pela internet escolheu um lugar aleatório para a noite seguinte, gerou o boleto e pagou. Ligou a TV, escolheu uma série e ficou assistindo até pegar no sono. 


Sete e meia da manhã. O pedido de demissão já estava na mesa do diretor.Nem esperou que chegasse, deixou o papel lá e saiu sem se despedir dos que estavam chegando. 
No caminho apagou do celular todos os contatos profissionais, saiu de todos os grupos de WhatsApp e Telegram; mudou seu número de telefone e apagou os seus perfis das redes sociais.
 Por algum tempo ficaria assim, sem amarras. Sem horários. Sem cobranças. E sem dia certo para voltar. Depois de anos tendo de planejar cada passo, pela primeira vez não planejaria nada. O depois ficou para depois.



Comentários

  1. Por vezes só tendo essa coragem consegue a liberdade pra recomeçar em outro lugar! Lindo,Mari! bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
  2. Nossa, essa pessoa foi corajosa.
    Gostei!
    Um beijinho carinhoso
    Verena.

    ResponderExcluir
  3. Boa notie de muita paz, querida amiga Mari!
    Já fiz isso uma cera vez e não tive o final feliz que a moça teve e tampouco paz que almejva, como ela.
    Mas reconstrui minha vida com a Ajuda de Deus.
    Tenha dias abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  4. Se já fiz isso? Sim. Talvez não com a mesma intensidade, mas sim.
    Se me arrependi? Em nenhum momento.
    Se dei a volta por cima? Claro!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Devaneie você também!

Postagens mais visitadas