Babel

O que procuras?

19 de dez de 2018

Vento, Ventania



Deixe-me alcançar o céu
Deixe-me voar, sair do solo
Tocar os últimos galhos da árvore ao longe
Sentir na pele o frio da brisa noturna chegando

Passar alto, muito alto, dispersar nuvens com as mãos abertas
Contemplar as nuances que as cores geram no poente 
Suspirar alto sem ser ouvida, 
Comungar com o céu as lágrimas e risos.

Admirar de longe tudo o que foi feito e é bom
Inatingível pela miséria humana
Ficar em silêncio, pairar sobre tudo e todos
Pelo tempo necessário...

Que tempo? 

A natureza decide. 






2 comentários:

  1. Que lindo. Foto maravilhosa e tua poesia fala muito. Precisamos tempo pra natureza aproveitar e desfrutar,ficar em silêncio, nela, curtindo e nos deixando naquela boa energia penetrar.... Adorei! beijos, até 6ª!!! chica

    ResponderExcluir
  2. Bom Dia, querida amiga Mari!
    Lindo!
    A natureza decide pois é muito forte...
    Poete mais, amiga!
    Tenha dias natalinos felizes e abençoados junto aos seus amados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz ebem

    ResponderExcluir

Devaneie você também!

Meu Wattpad

Devaneios em Vídeo