Babel

O que procuras?

27 de dez de 2017

Doppelgänger

                               ------------------------------------------------
"Seus pais não estavam dormindo. Também não estavam na garagem, ou outro lugar da casa. Onde estaria todo mundo? Entrou novamente no quarto, e resolveu que já era hora de tirar aquele pijama. Ao passar em frente ao espelho, algo a deteve. Contemplou seu reflexo novamente. Era ela mas.. algo estava diferente.Algo parecia errado. Observou um pouco mais... Enfim, deve ser por estar escuro, com esta tempestade horrível, pensou. 
Quando virou-se de costas, o reflexo não se virou. 
(...)
    A tempestade já durava horas e não dava sinais de ceder tão logo. Porém, estranhamente não se via água na beira da estrada. Será que os bueiros davam conta de tanta chuva?  Nada de energia elétrica ainda,  nenhum sinal de vida dos pais. O celular continuava sem sinal e o telefone fixo totalmente mudo. Andrea limpou seu quarto do jeito que dava, pois havia trechos escuros de  tal modo  que não dava para ver direito o que se estava fazendo.
   Ainda intrigada com o espelho, que tentara esquecer sem sucesso, contemplou-se novamente. Seu reflexo ainda estava lá e qualquer um que soubesse do que ocorria a chamaria de maluca. Talvez fosse um sonho, um pesadelo.. será que ela na realidade não acordara?"
                                         --------------------------------------------------
Este é o trecho de um novo livro que estou escrevendo lá no Wattpad, chamado Doppelgänger. Diferente da maioria das histórias que venho escrevendo, este não é um livro de contos e sim uma única história. Estou me desafiando a escrever em um gênero e forma diferentes do habitual. 
Quem quiser conferir e dar suas opiniões, basta seguir o link abaixo: 

Um comentário:

  1. Tu escreves sempre muito bem e sempre que dá te acompanho por lá e me delicio! beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir

Devaneie você também!

Meu Wattpad

Devaneios em Vídeo