29 de mar de 2016

Obrigada...de nada...

Tem horas em que encuco com uma palavra (não, encucar não quer dizer colocar cucas..hum..cuca.. agora deu fome.. Marina, volta ao que estava escrevendo, não devaneia demais! O teu blog tem "Devaneios" no nome, mas não viaja tanto assim, caramba!). 

Enfim, voltando ao assunto, tem horas em que invoco com uma palavra, aí puxa outra, e outra, e a repetição das palavras as deixa sem sentido, desnudas de significado, expostas em seu vazio sem as atribuições que nós, seus criadores, demos a elas. 

Hoje saí do trabalho para a hora do almoço e enquanto ouvia duas pessoas atrás de mim trocando as palavrinhas mágicas "obrigada", "de nada", me pus a pensar: Por que a gente não diz que está "agradecida", como muitas pessoas falam? Sei lá, "obrigado" e "obrigada" pode querer dizer que a pessoa fez algo por obrigação. A pessoa fez um favor para mim e eu estou dizendo que eu fui obrigada a algo? Ah, deixa pra lá. 

- Olha, encontrei este casaco, é seu? 
- Opa, muito obrigada! 
- Mas ninguém me obrigou, ajuntei porque eu quis. 
- ?????? 





Se eu responder assim, ou pensam que eu tenho um senso de humor regular, ou que eu pirei na batatinha. 

Aliás, por que tem gente que fala "pirar na batatinha"? Acho que vou tentar descobrir de onde veio essa expressão. 

Ah, e o "de nada", é alguma expressão de modéstia? Tipo, "cara, muito obrigada".."ah, que é isso, não é pra tanto, isto fica feliz em ser útil" (#homembicentenáriofeelings). 

Tem tanta palavra que deixa pensando! 

Por que falecer é morrer e desfalecer é desmaiar? Uma palavra não deveria ser o oposto da outra? 

Acordar, é entrar em acordo e também despertar depois do sono. Por que duas coisas tão diferentes são escritas do mesmo jeito? Meu corpo entra em acordo com o sono e decide que é hora de levantar? Então algo está errado, pois o sono nem sempre me deixa quando levanto.Problemas de sincronização corporal? Mas acordar, pode ser a cor dar? Dar cor? É preciso acordar para dar cor ao dia. Eita, reflexão profunda no pedaço. Talvez seja a melhor ou única parte boa desse texto todo. 
Me sentindo esse personagem

Tá, tudo bem, parei. 

Sério, parei. 

Já enchi a paciência de vocês o suficiente. 

Prometo que esta é a última linha e que vou dormir! 

Mentira! Faltou dar boa noite! 

Até mais! (agora sim, acabei!) 





5 comentários:

  1. Há mesmo palavras que nos encucam... Gostei de ver tuas divagações acertadas sobre elas! Valeu! Lindo dia! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Muitas reflexões! Chegaste às conclusões?
    A propósito, reflexão significa flexionar e flexionar de novo? kkk
    Abraço!
    Sonia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, gostei dessa, Sonia, não tinha pensado nisso ainda!

      kkkkkkk

      Bom finde!

      Excluir
  3. Mari:
    Gostei tanto do seu texto e indiquei ele lá na postagem do projeto #1imagem140caracteres.
    E espero poder curtir outros semelhantes a esse, ok.
    Bjokas.:
    Sil

    ResponderExcluir

Devaneie você também!

Babel

O que você procura?

Quer receber estes devaneios em seu e-mail?

Devaneios em Vídeo