24 de set de 2015

Caixão de lenha

    Tempos atrás, fui à uma loja de móveis e decorações escolher algo para nossa casa, e algo despertou em mim uma certa melancolia, ou nostalgia, ainda penso na melhor palavra. Era um "caixão de lenha",como por aqui chamamos o móvel em formato de caixa, com uma tampa. Dentro dele as pessoas que possuem fogão a lenha guardam o papel ou palha e claro, a lenha necessários, além disso é um móvel ótimo para se sentar. 
     Não sei se o tal móvel estava à venda para esta finalidade, visto que possuía encosto. Talvez servisse para guardar outros objetos. Mas foi esta a lembrança que veio, e a "melancolia" atingiu fundo. 
Saudade, é isso. Saudade de quando morava em uma casa com um fogão à lenha, sentava-me no tal "caixão" na hora da tarde que eu bem entendesse, pegava um bule fumegante de cima da chapa e me servia de uma bela xícara de café. 
    Saudade, melancolia, nostalgia. 
   Vontade de voltar a ter uma vida simples, com tempo livre para brincar em poças de lama, correr na chuva, cuidar de algumas plantinhas e me sentar ao lado de um fogão à lenha em dias frios ou nem tanto. Vontade de mandar todas as complicações do mundo para sabe-se lá onde. 
   Por mais dias de caixões para lenha!
   Por mais bules de café fumegante a qualquer hora! 



7 comentários:

  1. Pois é Mari ao ver a figura logo iniciei uma viagem nas lembranças, que estas imagens me trazem. Tenho a alegria de ter convivido com o famoso fogão à Lenha com sua serpentina que levava agua quente pelos tubos para o Chuveiro, bem como sentar ali para assar uma espiga de milho verde. Lembrar das linguiças estendidas sobre o vapor das panelas num varal que causava frisson nos gatos e cachorros.
    Lindas lembranças amiga.
    Meu terno abraço e bom fim de semana.
    A espera da imagem.140.
    Bju de paz.

    ResponderExcluir
  2. Que legal,Mari! lembrei desse caixão na casa de meus avós...Gostei de ler e ver! bjs, chica

    ResponderExcluir
  3. Deste mõvel tenho lembranças já na vida adulta quando frequentei na zona rural a casa do pai do meu ex-marido.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Vez ou outra essa nostalgia me bate e direciono para que fique só a saudade boa! Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Mari, bom dia querida!
    Tudo bem por aí?
    Obrigada pela visita em meu blog e desculpe a demora em responder.
    Gostei muito do seu post! É verdade! Precisamos resgatar as coisas simples da vida!
    Meus sogros têm um sítio, e quando vou pra lá, me desligo de tudo!
    Lá é um lugar em que o tempo passa mais devagar e tudo é simples e descomplicado...
    Ainda bem que existe a roça! Ainda bem que existem os caixotes de lenha! :-)
    Bjs, que Deus a abençoe!
    Com carinho...Adelisa.

    ResponderExcluir
  6. Que lindo!!! Sentir saudades nos faz caminhar com preenchimentos de alma... Hoje em dia há muitas pessoas sentindo saudades de sentir saudades...

    ResponderExcluir
  7. Que delícia de texto :)
    Fui lá na minha adolescência quando ia na casa da minha prima no interior e comíamos arroz, feijão e moela feito na panela de ferro no forno a lenha <3

    ResponderExcluir

Devaneie você também!

Babel

O que você procura?

Quer receber estes devaneios em seu e-mail?

Devaneios em Vídeo