16 de ago de 2015

Escrevendo aleatoriamente quase à meia-noite




Escrever costuma ser um ato solitário.
Por isso às vezes incompreendido.

Quando estamos escrevendo, somos tragados pelas palavras que estamos traçando e o mundo ao redor deixa de existir. 

Chove, venta, pessoas chamam mas o escritor não nota. Diante da insistência de alguém, dá uma resposta padrão que não o tira de seu mundo - e que nem sempre satisfaz. 

- Mas esta pessoa está no mundo da lua! 

Ainda bem. 

Um comentário:

  1. Lindos escritos,Mari! Sempre! E tantas vezes respondemos assim,rs Estamos no nosso mundo!!! bjs, chica

    ResponderExcluir

Devaneie você também!

Babel

O que você procura?

Quer receber estes devaneios em seu e-mail?

Devaneios em Vídeo