9 de mar de 2013

Todo o Amor Que Houver Nessa Vida

Nem vou comentar, acrescentar nada a esta letra de música...Porque, sinceramente...não precisa!
Resume tão bem o desejo de amor que tantas pessoas sentem, então.. thats all folks!





Eu quero a sorte de um amor tranqüilo
Com sabor de fruta mordida
Nós na batida, no embalo da rede
Matando a sede na saliva
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum trocado pra dar garantia
E ser artista no nosso convívio
Pelo inferno e céu de todo dia
Pra poesia que a gente não vive
Transformar o tédio em melodia
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum veneno antimonotonia
E se eu achar a tua fonte escondida
Te alcanço em cheio, o mel e a ferida
E o corpo inteiro como um furacão
Boca, nuca, mão e a tua mente não
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum remédio que me dê alegria


2 comentários:

  1. Adoro essa música! "a sorte de um amor tranquilo com sabor de fruta mordida" é simplesmente perfeito. Belíssima homenagem ao amor e ao poeta Cazuza!

    BC Maoli
    http://bcmaoli.blogspot.com.br/2013/03/e-de-repente-e-sexta-feira.html

    ResponderExcluir
  2. Olá, Marina.
    Essa música mostra bem o que devemos fazer na vida: buscar sempre sermos felizes sem nos importarmos com que os outros acham.
    Abraço.

    ResponderExcluir

Devaneie você também!

Babel

O que você procura?

Quer receber estes devaneios em seu e-mail?

Devaneios em Vídeo