27 de fev de 2012

Dançando na chuva

Vento
Chuva fina
Grama...
Adoro correr na chuva
Sentir os pingos gelados, trazendo frescor ,
escorrendo pelo meu corpo
Sentir a brisa acariciando os cabelos.
Pés descalços na grama molhada. 
Sentir a vida, o mundo
O universo dançando
Como se a vida fosse mais intensa nesses momentos.

A chuva traz recordações da infância, 
Quando brincava, pés na lama, sem medo.
Quando ficava dentro de casa, olhando pelo vidro
A fúria intempestuosa do vento.
Lembra calor, aconchego, nos dias frios.
O coração partido na adolescência, 
Quando da perda do primeiro amor
E o coração aquecido 
no encontro com o amor verdadeiro. 

Frio, calor, saudade, felicidade, aconchego, sossego, infância...
Mas por que me abandonar a estas recordações agora? 

Eu vou é lá fora tomar meu banho de chuva!!!

Um comentário:

  1. As veses um banho de chuva e otimo para lavar a alma...valeu...fuiiiiiii

    ResponderExcluir

Devaneie você também!

Babel

O que você procura?

Quer receber estes devaneios em seu e-mail?

Devaneios em Vídeo