23 de nov de 2011

Insanidade (1) ou Ode às Postagens Imbecis

(Quem é leitor assíduo de blogs, e já se deparou com absurdos na internet, provavelmente vai entender....)



Criando rimas idiotas, só pelo prazer de ver 
Palavras nascendo ao bater de teclas,
Brancos riscos sobre o preto plástico, 
formando frases desconexas
coisas sem sentido
Fios, cabos, satélites, ondas de rádio
Energia elétrica
Levando frases insanas a todo canto da terra
Caps, Space, Enter, Delete. 
apenas som do tec-tec-tec
martelando 
Uso inútil de tanta tecnologia! 
Palavras perdidas!
Pensamentos doidivanos escorrendo pelos dedos e parando no universo digital. 
Devaneios e desvarios, idiotices
por que não ficam presas apenas na cabeça? 
E mais uma vez, mais uma pessoa, 
entre tantas, 
acessa o mundo virtual e
despeja novamente mais frases e filosofias vãs
que nada vão melhorar.
E tecla, tecla, tecla, como se não houvesse amanhã. 
Pouco ou nada apaga! -  e tecla, tecla, tecla...
Cria amigos e inimigos mortais, 
sentado atrás de uma tela luminosa
em um canto, em uma casa qualquer.
A seta se move e clica em um botão virtual:
Pronto, lá foi para o ciberespaço, 
mais um pouco de filosofia boçal! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Devaneie você também!

Babel

O que você procura?

Quer receber estes devaneios em seu e-mail?

Devaneios em Vídeo