11 de set de 2011

A história se repete?


Saindo um pouco da linha do blog, mas preciso escrever algo sobre:
Em novembro de 2008, Santa Catarina foi assolada por uma das enchentes mais terríveis de sua história. Se não era a água que matava as pessoas, eram as encostas e morros, que pareciam derreter diante dos olhos de uma população assustada e acuada.


Faltando dois meses para completar-se três anos da tragédia, o estado novamente se encontra afligido pelas cheias. 
Nossa situação atual:
 - 91 municípios afetados.
 - Mais de 65 mil pessoas já deixaram suas casas
- Muitas barreiras caindo, quedas de energia...


........Entre muitos outros problemas, como falta de água, de energia e, lamentavelmente, oportunistas cuja falta de sensibilidade faz aumentar o preço da água e da comida absurdamente, como se o povo já não tivesse problemas demais.
Mas podemos dizer que a história está se repetindo?
Sim e Não.


Sim, pois nos últimos anos Santa Catarina tem sofrido com o imenso volume de chuvas, as perdas materiais tem sido grandes, e volta e meia nos deparamos vidas humanas retratadas como números. Pessoas que perdem o que lutaram às vezes a vida inteira para conseguir, deixando para trás não apenas bens materiais, mas grande parte da vida. Há pessoas que ainda não conseguiram se recuperar das enchentes de 2008, e de outras cheias que têm ocorrido nesses últimos três anos.  E o encarecimento dos produtos básicos também não é novidade.


Não, pois este ano a população foi bem prevenida e grande parte dos habitantes das áreas atingidas teve a chance de retirar os móveis, os bens e preservar acima de tudo suas vidas.
Houve poucas mortes, e não foram diretamente por causa da água.


O que importa: onde a água baixou, a população já está deixando tudo limpo e arrumado, ou seja, nós não nos sentamos e ficamos lamentando, chorando ou dizendo que Deus esqueceu da gente. Voltamos para os lares assim que possível e nos reerguemos.
E nossa população tem força para se reerguer quantas vezes for preciso, olhando para o futuro, admirando o espetáculo do sol e céu azul depois de tanto tempo de chuva e tragédias.

Através do post, agradeço à todos que se mobilizaram para ajudar a população afetada  a retomar suas vidas, e faço uma prece pelas pessoas que ainda estão sofrendo os efeitos desta enchente. Que todos possam voltar o mais rapidamente possível a retomar o ritmo de suas vidas.


(Em tempo: na rua onde moro não houve problemas maiores, mas a estrada estava intransitável, por isso foram dois dias praticamente dentro de casa. No resto do município houve quedas de barreiras, estradas intransitáveis, falta de energia elétrica, e aulas suspensas quinta, sexta e amanhã. Algumas pessoas ficaram desabrigadas, porém assim que a água baixou, a maioria já voltou para suas casas . Na manhã de ontem, sábado,cedo começou a limpeza das casas, estabelecimentos e ruas).

Mais notícias na coluna de links, que deixarei por alguns dias. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Devaneie você também!

Babel

O que você procura?

Quer receber estes devaneios em seu e-mail?

Devaneios em Vídeo