11 de mar de 2011

E agora?

(Um poema dos meus tempos de adolescente, estava revirando meus cadernos antigos e deparei com este)

Olho para os lados
Em busca de um sentido
Em busca de respostas
Em busca de um abrigo
O mundo me assusta
Com suas imagens
Com suas engrenagens
Pequeno ponto perdido
Na correria da vida
Procurando uma porta
Desesperadamente
Quero participar
Quero me integrar
Não posso ficar na margem
Somente a observar
A história passa tão perto
Posso tocá-la, sentí-la
                                         Em minhas mãos
Mas parece estar tão longe!
Preciso caminhar
Mas os caminhos são tantos!
O mundo é tão grande
E eu tão pequenina!
Se ficar aqui
Vou desandar
Se entrar no mundo
                   ...Ele não irá me devorar?
Quero sumir
Não posso fugir
Ainda estou aqui, tenho que agir
E o tempo é agora
E eu vou
...
...
Pra onde?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Devaneie você também!

Babel

O que você procura?

Quer receber estes devaneios em seu e-mail?

Devaneios em Vídeo